Resenha News

Crime Bárbaro: Promotor é morto entre Águas Belas e Itaíba – PE




O Ministério Público de Pernambuco (MMPE) confirmou a morte do promotor Thiago Faria de Godoy Magalhães. O promotor foi assassinado na manhã de segunda-feira (17-10-2013) com cerca de 20 perfurações a bala.

Thiago estava dentro do próprio carro, no município de Itaíba, no Agreste de Pernambuco. De acordo com a polícia, o crime teria acontecido por volta as 9h da manhã, na PE-300, quando a vítima seguia para o trabalho, no prédio do Tribunal Justiça de Pernambuco de Itaíba.

O delegado da cidade, Antônio Júnior, esteve no local do crime. De acordo com a polícia, o carro do promotor foi seguido por outro veículo. Depois de efetuar o primeiro disparo, os assassinos teriam bloqueado a passagem do carro da vítima, descido do carro e executado o promotor, fugindo em seguida.

A noiva da vítima, Mysheva Freire Ferrão Martins, que também estava no veículo, teria conseguido pular do carro no momento do primeiro disparo. Ferida com escoriações pelo corpo, ela foi atendida na Maternidade João Vicente, em Itaíba, de onde já recebeu alta médica.

Thiago era formado pela Universidade Federal do Rio de Janeiro, autor de livros jurídicos e professor de cursos preparatórios para concursos. Ele tomou posse como promotor em dezembro do ano passado.

Edmacy Cruz Ubirajara foi apontado pela polícia como sendo o autor dos disparos. Ele teria usado uma espingarda 12 para praticar o crime. A polícia acredita que o suspeito recebeu ordens do cunhado dele,José Maria Pedro Rosendo Barbosa, para executar o promotor.
PROCURADO1


O motivo de discórdia entre as duas famílias seria uma fazenda à 10 quilômetros da cidade de Águas Belas. De acordo com as investigações, José Maria era o posseiro da propriedade, mas, em junho deste ano, houve uma desapropriação e ele teve que sair. Uma parte da fazenda foi comprada num leilão da Justiça por Mysheva, a noiva do promotor.

A polícia contou que a compra foi realizada em outubro de 2012. Mysheva arrematou 25 hectares da fazenda pelo lance mínimo de R$ 100 mil reais. Na época, ela não conhecia Tiago Faria. A área comprada contempla a sede da fazenda, com uma casa onde José Maria morava. Quando foi retirado do local, ele teria destruído uma parte do imóvel.

O filho de José Maria, o advogado Leandro Ubirajara, afirmou que o pai é inocente. “Infelizmente o primeiro alvo é a minha família em virtude dessas questões de terra, mas nós não temos nada a ver. Meu pai não tinha nada contra Tiago, inclusive nunca trocou uma palavra com ele“, falou.

Mycheva também foi à delegacia para fazer o reconhecimento de Edmacy. O irmão do suspeito, Carlos Ubirajara disse que a prisão foi arbitrária. “Esse rapaz está sendo injustiçado e eu acredito que tem muita gente séria na polícia e tenho certeza que eles vão chegar a verdade“, comentou.
20131015161447800871o
001
1379644_396523737142692_1280829232_n
promotor2




Qualquer pessoa que se sinta ofendida em sua honra, boa fama ou respeitabilidade deverá entrar em contato com o Portal Resenhas de Catu para a retirada imediata da foto ou vídeo.
Share this Article on :
 

© Copyright O Portal de Notícias de Catu 2013 | Design by Alice Santos | Todos os Direitos Reservados. Resenhas de Catu.